O Brilho das Pedras Preciosas e Semi-preciosas

O brilho é uma das propriedades ópticas das gemas, assim como a cor, dispersão, refração, birrefringência, pleocroísmo, transparência e os diferentes fenômenos ópticos.O brilho decorre da qualidade e quantidade dos raios luminosos refletidos do interior e da superfície da gema. A intensidade do brilho está diretamente relacionada ao índice de refração e à dureza da gema.

Índice de Refração

Refração é a mudança na direção e/ou velocidade da luz quando esta penetra em um meio de densidade óptica diferente daquela do meio que provém. O grau de refração é chamado índice de refração, que é definido pela razão entre a velocidade da luz no vácuo e a velocidade da luz no interior de uma substância. O índice de refração da maioria das gemas oscila entre 1,2 e 2,6. Os gemólogos medem esse índice usando um instrumento de nome refratômetro.

Dureza

Também a dureza da gema é medida pela Escala de Mohs que  será determinante para o brilho que se poderá extrair dela. Quanto mais dura for a gema, maior grau de polimento na lapidação ela aceitará sem se danificar.

Os diferentes tipos de brilho

O conjunto desses fatores resulta em diferentes tipos de brilhos:

Metálico

O brilho mais intenso, lembra metais polidos. Ex.: pirita (classe dos sulfetos), cujo índice de refração é  superior ao limite medido pelos refratômetros; hematita – índice de refração de 2,940 a 3,220.

Pirita

Adamantino

O nome se refere ao brilho do diamante, cuja etimologia vem do grego “adamas”, O esfênio (índice de refração entre 1,900 a 2,034) e esfarelita (índice de refração de 2,369 e 2,50)

Esfênio

Subadamantino

Gemas com um índice de refração pouco inferior ao adamantino, porém mais brilhantes que as de brilho vítreo.

Ex: alguns exemplares de alexandrita, crisoberilo, espinélio, granada, olho-de-gato; certos exemplares de rubi e safira, minerais cujo brilho oscila entre “vítreo” e “subadamantino”.

Granada

Vítreo

Este tipo de brilho, como o nome sugere, lembra o do vidro, sendo que a maioria das gemas tem seu brilho aqui classificados. Exemplos: Agua-marinha, ametista, berilo verde, brasilianita, fluorita.

Berilo Verde

Subvítreo

Nesta categoria enquadram-se, por exemplo, a rodocrosita e a rodonita, com índice de refração pouco abaixo das gemas de brilho vítreo.

Rodonita

Gorduroso

A aparência lembra superfícies oleosas. Exemplos: ágata, calcita, cornalina, crisoprósio, feldspato microclônio, jadeíta, nefrita, jaspe, ônix, quartzo dendrita, sodalita.

Cornalina

Ceráceo

Remete à superfície da cera, ou da velas. Exemplos: lápis-lazúli, turquesa, coral.

Turquesa

Fosco

Praticamente sem brilho. Exemplo: algumas pérolas e marfim.

Pérolas

Sedoso

Brilho macio, derivado de estruturas padronizadas. Exemplos: malaquita, olho-de-tigre e amazonita.

Amazonita

Nacarado

Lembra o nácar das conchas e pérolas. Exemplo: madrepérola

Madrepérola

Fonte: Consultoria gemológica: Jane Leo Nogueira da Gama, G. J. G., responsável pela Rede IBGM de Laboratórios Gemológicos.

Anúncios

Pedra Brasileira – Howlita

Você sabia que a marca de acessórios Mundo de Sissi é especialista em pedras brasileiras?

Cada pedra escolhida; para ser usada na coleção, é estudada e suas principais características  são colocadas em uma tag que acompanham a peça pronta.

Todo esse cuidado é necessário para demonstrar a identidade da gema e valorizá-la como um todo. Além de difundir conhecimento do que temos de mais precioso em nosso país, que é a riqueza do solo.  Estou falando aqui de toda as pedras, tanto as preciosas como as semi-preciosas. Alías, as preciosas não precisam de divulgação pois já são super-conhecidas, mas temos uma gama gigantesca de pedras maravilhosas que são quase desconhecidas aqui no Brasil e no exterior como as diversas ágatas, quartzos, jaspes, jades, topázios, opalas, turmalinas, águas-marinhas e muitas outras.

Quero apresentar hoje a Howlita, Ela não é muito expressiva em nosso país, apesar de ter sido encontrada em alguns sítios brasileiros, sua fama é grande na África do Sul, China e México. Ela tem cor branca opaca com veios cinzentos, marrons  ou  azulados.  Essa gema fica linda em colares, pulseiras, brincos, basta usar a criatividade.

A pulseira abaixo é uma ecojóia ( mais de 50% de seus materias são ecológicos e biodegradáveis) e também uma semi-jóia (contém liga de metais em folheado de prata), cordões de algodão em tons palha, cinza e azul claro. Observe que as gemas de howlita tem formatos diferentes, isso valoriza a peça e traz personalidade. Para finalizar, um delicado lacinho de fita de algodão para trazer leveza e dar um toque fofo.

Peça ideal para o dia e com roupas casuais.

Peça disponível na loja virtual.

pulseira de pedra brasileira

http://dhtt.us/DRHc